Wednesday, July 9, 2008

Sem mais nem menos

Nicole enoja de tudo. As vezes até de si mesmo. Ela se cansa de olhar para seus cabelos, suas roupas, e ouvir seus pensamentos repetitivos que parecem nunca chegar a lugar nenhum.
Quando Nicole se cansa, ela não dorme nem descansa, ela se agita, fica impaciente. Escrevendo seus pensamentos repetitivos ela descobriu que enjoar é cair num buraco negro sufocante e lá não tem nada, nem música, nem pessoa, nem coisa. Pra sair da cratera que abre sem mais nem menos embaixo dos seus pés ela tem que respirar fundo e ter contato com algo novo, um som, um cheiro, uma cor, assim seu buraco cria vida e ela consegue viver lá sossegada por algum tempo até que sem mais nem menos...

Será que o buraco cria vida? Porque não sair do buraco? Morar nele é disfarçar seu vazio com belíssimos artigos de decoração que só servem pra enfeitar, mas não duram. O problema de viver nesse lindo buraco decorado é que outros buracos se abrem aos pés dela, e cada vez mais fundo se chega. Até o centro da Terra, no magma, onde é insuportável viver.

Nicole não precisa de decoração, precisa de arquitetura, de engenharia, de uma obra concreta que a tire do buraco e a coloque em um lugar mais alto que a superfície pra não correr o risco de cair pra debaixo da terra de novo.

1 comment:

Lan Lan said...

sai deste buraco Nicole!!! É muito melhor aqui fora!!!!